Anuncie Aqui
edgarbueno

Paulo Guedes volta ao trabalho nesta segunda com dois temas espinhosos para decidir

O ministro da fazenda Paulo Guedes e o presidente Jair Bolsonaro se abra√ßam após entrega do pacote de reformas econômicas ao Congresso, em BrasíliaAdriano

Por Campos em 14/01/2020 às 09:12:20


O ministro da fazenda Paulo Guedes e o presidente Jair Bolsonaro se abra√ßam após entrega do pacote de reformas econômicas ao Congresso, em Brasília

Adriano Machado/Reuters

O ministro da Economia, Paulo Guedes, est√° de volta a Brasília nesta segunda-feira (13) com dois assuntos espinhosos pela frente para decidir. O primeiro, se corrige a medida provisória que fixou o sal√°rio mínimo em R$ 1.039. O segundo, se apoia a proposta de criar um fundo de estabiliza√ß√£o para o pre√ßo dos combustíveis.

No primeiro caso, o valor fixado foi decidido com base numa previs√£o de 4,1% do INPC em 2019. Só que o indíce ficou em 4,48%, o que deveria levar o mínimo para, pelo menos, R$ 1.043. É uma quest√£o política e econômica, porque a cada R$ 1 a mais no sal√°rio mínimo as despesas da Uni√£o crescem R$ 355 milh√Ķes.

No segundo caso, a equipe econômica é contra a cria√ß√£o de novos fundos que sejam vinculados a objetivos e gastos específicos. Propôs, inclusive, uma emenda constitucional extinguindo mais de 280 fundos, que est√° em tramita√ß√£o no Congresso Nacional.

Em rela√ß√£o ao sal√°rio mínimo, assessores presidenciais esperam que a equipe de Paulo Guedes decida pela corre√ß√£o da MP j√° enviada ao Congresso, no final do ano passado, que fixa o mínimo em R$ 1.039. Se o governo n√£o fizer o ajuste, o Legislativo, com certeza, far√° a mudan√ßa na vota√ß√£o da medida – seria um desgaste a mais para o Pal√°cio do Planalto.

J√° em rela√ß√£o ao fundo de estabiliza√ß√£o dos pre√ßos dos combustíveis, a proposta é do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, para amortecer altas inesperadas do petróleo, evitando impactos negativos no mercado brasileiro. O fundo seria formado com recursos arrecadados de royalties e participa√ß√£o especial.

A equipe técnica do Ministério da Economia é contra a cria√ß√£o de novos fundos. O detalhe é que esta é uma encomenda do presidente da República, Jair Bolsonaro. Se for contra, o ministro Paulo Guedes ter√° de convencer o presidente, ou propor outro mecanismo em vez do fundo. A conferir.

Fonte: G1

Tags:   G1

Coment√°rios

Anuncie Aqui